Pular para o conteúdo principal

HOMENAGEM MERECIDA | (Show de lançamento do CD Tributo a Pastel De Miolos)


O Irish Pud do Rio Vermelho estava em clima de festa no último dia dezenove de outubro. O motivo para tal clima foi o lançamento do tributo à Pastel De Miolos Pdm, intitulado Eu Não Quero Ser o Que Você Quer, e estavamos lá para conferir essa merecida homenagem à uma das mais importantes e significativas bandas do cenário local. O evento ainda contou com a presença das bandas Latryna, Theatro de Seraphin e Snooze. Chegando lá já se percebia que o lugar estava mais cheio que o normal, com parte do público conversando e refrescando a garganta até o momento em que a primeira banda subiu ao palco. Vinda de Camaçari, a banda Latryna executou bem o seu repertório de canções punk e chamou muito a atenção por conta dos elementos grunge em algumas de suas canções. Eles prometem um EP para breve, quem os viu fica no aguardo. Na sequência vinheram a Theatro de Seraphin e a Snooze (Aracajú), a primeira com uma performance inspiradíssima do seu guitarrista Cândido Martínez e a segunda executando muito bem as suas canções ao vivo e acabando com um jejum de quatro anos sem tocar em terras soteropolitanas. Entre uma banda e outra ainda deu para bater um papo muito bom sobre as similaridades das cenas daqui e do Rio de Janeiro com o Pedro de Luna, que também estava lançando o seu livro por lá, o Niterói Rock Underground 1990-2010, (o rapaz viu tudo acontecer de perto em sua cidade e pelo Brasil a dentro, vale a pena conferir). O livro está disponível nos sites das melhores livrarias do ramo, ou pelas mãos do próprio lá no

FLICA (Festa Literária Internacional de Cachoeira). Mas a noite era da Pastel de Miolos. Quando eles começaram a sua apresentação, o Irish Pub já estava tomado pelas pessoas que foram conferir as suas canções diretas, objetivas e sem frescuras ou vaidades. As rodas de pogo eram formadas com vibração a cada acorde inicial das músicas e não houve sinal de cansaço um só segundo. Como em todo lançamento de um ótimo tributo, a apresentação contou com participações mais que especiais de quem o fez. Foi assim com o Alex Costa, da Jato Invisível, que fez parte da formação original da PDM aparecendo em dois momentos distintos do show, com o visionário idealizador do tributo Tony Lopes (o Reverendo T, para quem não conhece), com o Irmão Carlos, com o

Wendel da Agressivos, com o João Marques da Tronica e com outros participantes que, infelizmente, não sei os nomes. Só pude ficar até o momento em que eles tocaram Eu Não Quero Ser o Que Você Quer, mas tenho certeza que, ao final, foi uma celebração à música punk feita com espontaneidade, transparência e qualidade. Parabéns a Alisson, a André e a Wilson. O interessante foi ver cada participante tocando as músicas em suas versões originais, o que deu uma vontade maior de escutar de novo o tributo, que considero um dos mais interessantes e diferentes que já escutei. Mas isso é papo para uma outra história, ou post!

Popular Posts

Resenha: Revista Ozadia, número zero.

Sou um apreciador recente de quadrinhos, e já há algum tempo venho acompanhando o que vem sendo feito de bom neste ramo e fico salivando por novidades dos meus autores preferidos. Ao mesmo tempo que, assim como no rock, é muito bom saber que há uma movimentação local na produção de HQ’s e que essas produções saem de mãos talentosas e possuidoras de uma liberdade criativa que se iguala à música que aprecio. A mais recente novidade é a edição de número zero da revista Ozadia, que é uma compilação de cinco histórias eróticas escritas pelas mãos de sete quadrinistas e roteiristas daqui da Bahia. Lançada com o apoio do selo Quadro a Quadro e ganhando popularidade a cada dia que passa, a revista tem dois aspectos importantes para ser lida mais de uma vez: uma ótima fluência no seu texto e traços inspiradíssimos de seus desenhos. De Ricardo Cidade e Alex Lins, “Especimen” abre a Ozadia com uma ótima ficção cientifica pornográfica, onde a heroína sai em busca de coleta de amostras de um

As 10 Caras do Rock Baiano - Com a Banda Vômitos, "Punk Rock pra mendigo!"

O Portal Soterorockpolitano foi buscar na cidade de Barreiras os entrevistados da oitava entrevista da série “As 10 Caras do Rock Baiano”, são eles o guitarrista Rick Rodriguez e o vocalista Tito Blasphemer, da banda Vômitos. Nessa entrevista eles falam sobre as condições da cena da sua cidade e do esforço para mante-la ativa, suas influências e a inspiração para as suas letras, além da repercussão do clipe da música “Facada”, que já chegou a mais de 3.000 visualizações no Youtube. Então, ajeite-se na sua cadeira e fique ligado para não tomar uma facada no bucho. Soterorockpolitano - Como e quando surgiu a banda? Rick Rodriguez - A banda surgiu em 2007, tínhamos um interesse em comum, que era o punk rock, e isso nos motivou a formar a banda na época, começamos tocando músicas dos Ramones, que era nossa banda preferida e logo em seguida começamos a compor, e ter nossas próprias músicas. Tito Blasphemer - Estávamos cansados da cena de nossa cidade, bandas que

4 Discos de Rock Baiano, a compilação das cinco publicações. Por Leonardo Cima.

Movidos pelo resgate da memória da cena independente da Bahia, no qual o selo SoteroRec tem feito com o Retro Rocks desde o inicio deste ano  e por todas as ações que o cenário também tem feito nesse sentido, decidimos trazer uma compilação especial do nosso site para você que nos acompanha.  Em 2017, o Portal Soterorock fez uma série de matérias que destacava alguns dos principais discos de rock lançados na Bahia ao longo dos anos. Essa série se chamava "4 Discos de Rock Baiano" e como o nome sugere, quatro discos eram referenciados nas matérias.  Foram ao todo cinco publicações com bandas/artistas de gerações distintas reunidas nesta coletânea.  Você vai encontrar aqui pontuações sobre as obras e o mais importante: o registro público sobre elas, para que possam ser revisitadas e referenciadas ao longo dos anos. Passar em branco é que não pode! O aspecto positivo de se visitar essas postagens é a de ver que a maioria das bandas e artistas citados nelas ainda estão em ativida