O azul é profundo, creia!

           
 "Está sendo lançado essa semana o “Azul Profundo”, o mais novo álbum do Reverendo T e Os Discípulos Descrentes. Liderado pela figura já presente há muito tempo na historia do rock local, Tony Lopes se supera com as seis músicas contidas neste disco que chama a atenção por se diferenciar em termos de sonoridade em relação ao seu antecessor, por possuir um aspecto mais orgânico."
            Os sussurros, a melancolia, as verdades, o azul e a profundidade estão presentes nesta nova investida do cantor e compositor. Desta vez, ele está acompanhado pelo Felipe Britto (guitarras), Jorge Afonso (violão e guitarras) e pelo Wilson PDM (bateria), além deles o disco também contou com a produção do Irmão Carlos. O cd tem uma veia blues muito forte, mas vai muito mais além desse aspecto...
Há muita coisa inserida na música do Reverendo T, as entrelinhas sonoras podem ser percebidas pelos mais atentos, isso por conta da sua bagagem musical que é muito ampla e os que entrarão neste universo terão, no mínimo, uma experiência auditiva interessante.
            “O Meu Lado” é um blues tradicional e de melodia pegajosa. Nela é somente voz e guitarra, solo incrível e marcação de bumbo para empolgar ainda mais a canção, que versa sobre a defesa da sua própria posição neste mundo, afirmando: “Estou do lado dos derrotados e não dos rendidos”, ou “estou do lado dos que tem fé e não dos doutrinados”. “Peça Por Mim” surge na sequência com uma carga musical mais profunda, com dedilhados e slides de guitarra setentista que remetem ao Pink Floyd da fase “Animals” e com um pouco de hard rock (dos bons) de beira de estrada. “Broto Democrático” é uma bela homenagem ao seu irmão André Luys (falecido em 1983), que escreveu a canção juntamente com o Jorge Afonso e que ganha uma versão blues inspirada, com direito a batidas de samba reggae no final. Belíssima! Depois dela, vem “Revelação”, canção dos compositores Clodô e Clésio e que ficou nacionalmente conhecida na voz do cantor Fagner. Aqui, ela ganhou uma roupagem mais rock e muito mais azul profunda do que a gravação original, os vocais sussurrados do Tony Lopes dão um tom mais dramático a letra. “Contra Moinhos de Vento” é uma balada com forte punch raivoso, de bateria bem presente, com o elemento blueseiro conduzindo bem a música, uma letra forte e um lindo solo de guitarra em seu fim. Em “Teia”, um breve mantra mais misterioso (e muito melhor) do que “Mysterious Way” do U2, o Reverendo T mistura solos de guitarras que evocam David Gilmour, sons de berimbau e batidas de percussão ao verso “creia, você caiu na minha teia”. É uma pena que ela só tenha um pouco mais de um minuto de duração!

            “Azul Profundo” é mais um disco que foi feliz em sua concepção final, pois é inspiradíssimo e possuidor inúmeros bons momentos. É um disco rápido e que chama a atenção pelas muitas virtudes do Tony Lopes enquanto musico e letrista. Acredito que o cenário rocker daqui vive um momento especial e o ano de 2014 continua lançado bons discos de rock de artistas da Bahia e esse é mais um deles. Eu caí na teia e você também cairá! Creia!
Share:

Online

Bandas

32 Dentes 4 Discos de Rock Baiano 4ª Ligação A Flauta Vértebra Aborígines Acanon Ádamas Almas Mortas Amor Cianeto André dias André L. R. Mendes Anelis Assumpção Antiporcos Apanhador Só Aphorism Aqui tem Rock Baiano Aurata Awaking Baiana System Bauhaus Bilic Black Sabbath Blessed in Fire Blue in the Face Boogarins Búfalos Vermelhos e a Orquestra de Elefantes Buster Calafrio Callangazoo Carburados Rock Motor Cardoso Filho Carne Doce Cartel Strip Club Cascadura Casillero Céu Charles Bukowski Charlie Chaplin Chuva Negra Cidadão Instigado Circo de Marvin Circo Litoral Cólera Curumin Dão David Bowie Declinium Derrube o Muro Desafio Urbano Desrroche Destaques dez caras do rock Documentário Downloads Du Txai e Os Indizíveis Duda Spínola Enio Entrevistas Erasy Eric Assmar Espúria Eva Karize Exoesqueleto Far From Alaska Festival Festival Soterorock Filipe Catto Free?Gobar Fresno Fridha Funcionaface Game Over Riverside Giovani Cidreira HAO Heavy Lero Hellbenders Ifá Incubadora Sonora Ingrena Invena Inventura Irmão Carlos Ironbound Jack Doido Jackeds Jadsa Castro Jardim do Silêncio Jato Invisível Kalmia Kazagastão KZG Lançamentos Latromodem Leandro Pessoa Lee Ranaldo Limbo Lírio Lívia Nery Lo Han Locomotiva Mad Monkees Madame Rivera Mais uma Cara do Rock Baiano MAPA Marcia Castro Maria Bacana Maus Elementos Messias Metá Metá Modus Operandi Mopho Motherfucker Mulheres Q Dizem Sim Murilo Sá Nalini Vasconcelos Neurática Not Names Novelta O Quadro O Terno Old Stove Olhos Para o Infinito Órbita Móbile Organoclorados Os Canalhas Os Elefantes Elegantes Os Jonsóns Os Tios Overfuzz Ozzmond palco do rock Pancreas Pastel de Miolos Paul McCartney Pesadelo Pio Lobato Pirombeira Pitty Portal Pós-punk Prime Squad Programas Quadrinhos Quartabê Radioca Raimundo Sodré Rattle Resenha de discos Resenha do cd Resenhas Reverendo T Reverento T Rincon Sapiencia Rivermann Rock Rock Baiano Rock Baiano em Alta Rock de camaçari Ronco Scambo Show Shows Shows. Cascadura Siba Singles Soft Porn Som do Som Sons que Ecoam Soterorock Squadro Subaquático Super Amarelo Surrmenage Tangente Teenage Buzz Tentrio Test The Baggios The Cross The Honkers The Pivos Theatro de Seraphin Thrunda Titãs Tony Lopes Tsunami Universo Variante Úteros em Fúria Vamoz! Van der Vous Vende-$e Vivendo do Ócio Wado Wander Wildner Weise Wry

Matérias

Antigas

Mais Populares