Resenha: primeira noite do 6° Festival Bigbands.

No ultimo dia 08/08 saímos de casa para conferir um dos mais esperados e importantes eventos da cena rocker baiana a ser realizado esse ano. O primeiro dia da sexta edição do Festival Bigbands apresentava três bandas distintas entre si, porém com boa ascensão no cenário local, que geravam uma expectativa pela noite que estava por vir.
            O Rio Vermelho estava razoavelmente bem movimentado, mas nem mesmo uma queda de energia da rede elétrica, que deixou parte do bairro as escuras, diminuiu a ânsia pelo inicio das apresentações dos grupos Van Der Vous, Ayam Ubrais (Ipiaú-BA) e Lo-Han. O trabalho de divulgação do festival foi muito bem difundido, tendo o seu inicio há mais de dois meses, possuiu campanha de crowdfunding no site Catarse, alem de dois eventos que antecederam o festival propriamente dito (o Warm Up Bigbands e o Faustão falando sozinho convida Festival Bigbands). Mesmo com tantas ações, o publico deixou de comparecer em maior número. A noite prometia boas performances das bandas, mas na chegada ao local do show se podia perceber que ainda não havia comparecido um bom número de pessoas para prestigiar o evento e os grupos, aspecto que melhorou um pouco depois do inicio da primeira apresentação. Mas não foi por falta de aviso, quem não foi, perdeu. Perdeu, não, se fodeu!...

Até o momento em que ficamos no Dubliners Irish Pub, as bandas executaram performances extraordinárias, empolgadas e vibrantes, foi um verdadeiro deleite para quem foi prestigiar o evento. Abrindo as atividades, a soteropolitana Van Der Vous subiu ao palco com seu rock psicodélico para lançar o “La Fuga”, seu disco de estreia que foi bem recebido pelo público e pela crítica especializada. A expectativa era alta pelo show dos caras, uma vez que muito se falou sobre a qualidade das suas apresentações e eles não ficaram por baixo. A banda executou quase na íntegra o seu primeiro álbum e o fez de forma bastante fiel ao que está no cd, confirmando a boa técnica dos integrantes. É uma tarefa difícil reproduzir esse tipo de som ao vivo e eles chegaram perto deste feito, pois faltaram alguns efeitos sonoros que não foram tocados ao vivo. Mas aí já era querer demais, não é? No final, a banda encerrou a sua apresentação com a boa e inédita (porém antiga) canção “Demon Song”, uma forte e longa investida psicodélica que não necessitava tamanha duração e que teve o seu
encerramento após um incidente no qual um roadie foi atingido sem querer na boca pela guitarra do vocalista, enquanto ele desenrolava o cabo da guitarra. Desculpas pelo ocorrido foram dadas e o roadie passa bem! Expectativas superadas! Na sequencia, direto de Ipiaú, o lugar começou a esquentar ainda mais com o Ayam Ubrais, que estava empolgadíssimo por estar se apresentando pela primeira vez em Salvador. Foi uma apresentação surpreendente e cheia de vida, com várias histórias contadas entre cada canção, a que o quarto dele pegou fogo com ele dentro foi uma das melhores, e a musica que a seguiu também. É muito bom ver uma apresentação desse tipo, ser espontâneo é importante na arte em geral e funcionou muito bem naquela noite. Guitarras que lembravam Pixies, performance inquieta e ao mesmo tempo contida do vocalista e a participação de algum dos presentes, que cantavam as musicas junto davam mais vida para a apresentação. A música “O Maquiador” foi um bom momento, com um baixo bem presente e com direito a link para a música “Time” do Pink Floyd. Acredito que provavelmente eles irão voltar para novas apresentações por aqui! Em relação a Lo-Han ficam aqui as nossas considerações, pois tínhamos compromissos às cinco horas da manhã e precisamos sair antes da apresentação dos rapazes, com certeza nos encontraremos em uma outra oportunidade.

Foi uma ótima primeira noite de festival e deixou o gosto pela vinda do dia seguinte, que possuía a maior quantidade de bandas do evento. Mas antes, no caminho de volta para casa, um conversa sobre brigas judiciais que se iniciam dentro de lugares inusitados e trolagem sincera do nosso querido Leko Miranda fizeram a festa do motorista do táxi que nos levou até as nossas residências. Esse povo ouve é coisa!
Share:

Online

Bandas

32 Dentes 4 Discos de Rock Baiano 4ª Ligação A Flauta Vértebra Aborígines Acanon Ádamas Almas Mortas Amor Cianeto André dias André L. R. Mendes Anelis Assumpção Antiporcos Apanhador Só Aphorism Aqui tem Rock Baiano Aurata Awaking Baiana System Bauhaus Bilic Black Sabbath Blessed in Fire Blue in the Face Boogarins Búfalos Vermelhos e a Orquestra de Elefantes Buster Calafrio Callangazoo Carburados Rock Motor Cardoso Filho Carne Doce Cartel Strip Club Cascadura Casillero Céu Charles Bukowski Charlie Chaplin Chuva Negra Cidadão Instigado Circo de Marvin Circo Litoral Cólera Dão David Bowie Declinium Derrube o Muro Desafio Urbano Desrroche Destaques dez caras do rock Documentário Downloads Du Txai e Os Indizíveis Duda Spínola Enio Entrevistas Erasy Eric Assmar Espúria Eva Karize Exoesqueleto Festival Festival Soterorock Filipe Catto Free?Gobar Fresno Fridha Funcionaface Game Over Riverside Giovani Cidreira HAO Heavy Lero Hellbenders Ifá Incubadora Sonora Ingrena Invena Inventura Irmão Carlos Ironbound Jack Doido Jackeds Jardim do Silêncio Jato Invisível Kalmia Kazagastão KZG Lançamentos Latromodem Leandro Pessoa Lee Ranaldo Limbo Lírio Lo Han Locomotiva Mad Monkees Madame Rivera Mais uma Cara do Rock Baiano MAPA Marcia Castro Maria Bacana Maus Elementos Messias Modus Operandi Motherfucker Mulheres Q Dizem Sim Murilo Sá Nalini Vasconcelos Neurática Not Names Novelta O Quadro O Terno Old Stove Olhos Para o Infinito Órbita Móbile Organoclorados Os Canalhas Os Elefantes Elegantes Os Jonsóns Os Tios Overfuzz Ozzmond palco do rock Pancreas Pastel de Miolos Pesadelo Pirombeira Pitty Portal Pós-punk Prime Squad Programas Quadrinhos Rattle Resenha de discos Resenha do cd Resenhas Reverendo T Reverento T Rivermann Rock Rock Baiano Rock Baiano em Alta Rock de camaçari Ronco Scambo Show Shows Shows. Cascadura Siba Singles Soft Porn Som do Som Sons que Ecoam Squadro Subaquático Super Amarelo Surrmenage Tangente Teenage Buzz Tentrio Test The Baggios The Cross The Honkers The Pivos Theatro de Seraphin Thrunda Titãs Tony Lopes Tsunami Universo Variante Úteros em Fúria Vamoz! Van der Vous Vende-$e Vivendo do Ócio Wado Wander Wildner Weise Wry

Matérias

Antigas

Mais Populares