Pular para o conteúdo principal

"Santo rock que me faz criança!" - Resenha: Lançamento do Video da Van Der Vous.

Ontem às 18 horas resolvi sair de casa e ver a matinê que envolvia uma das melhores bandas soteropolitanas do momento e uma outra veterana que é sempre bom rever, rever e rever...

Van Der Vous, The Honkers e (abrindo o som, o projeto de um homem só: MAPA, do guitarrista Shunga da VDV). Infelizmente não consegui entrar no pub e ver a MAPA. Esse tipo de som nos faz reencontrar velhos amigos do “ROAAACK” e o papo, não vou mentir, estava bom pra caralho. O som de Shunga fica para uma próxima oportunidade, pois ouvi o single na web e gostei muito...


Quando entrei na casa de shows (que pelo visto é a única da cidade que está abrigando shows de rock com qualidade e baixo custo para as bandas), já tinha seu publico ali cativo em bom numero, ouvindo o som da The Honkers que já executava seu repertório tão conhecido por nós. Você fica feliz de ver esses caras no palco. Por quê? Explico em outro comentário sobre a banda dia desses. Mas aconselho, se quer mesmo saber, va ao próximo show dos caras. A The Honkers executou as rapidinhas num tempo bem apertado e a coisa fluiu numa vibe muito boa. Bubute e sua performance nunca deixa ninguém parado. Sua barba bem volumosa, estilo marujo de navio pirata, tenta demonstrar um pouco de respeito aos “novatos do rock daqui”!

Na sequência, a banda a se apresentar era os psicodélicos da Van der Vous. Terceiro shows dos caras que vejo e esse, sem dúvida, foi um dos melhores. Os rapazes já estão bem mais a vontade no palco, o que deixa o som muito mais solto. Mantendo as características do seu cd de estreia, eles lançaram o vídeo da canção titulo do álbum “La Fuga” com as cortinas fechadas e um projetor jogando a imagem no escuro e a banda executando a canção na integra ao mesmo tempo em que o vídeo era mostrado em primeira mão. Ousadia é virtude e isso os meninos tem de sobra! Uma noite de rock corrido que acabou bem cedinho, as 21:30 horas, deu tempo de fazer tudo, inclusive papear novamente e tomar mais uma cerveja pra noite terminar que nem o dia 12, como uma criança!  LINK DO VIDEO DA VAN DER VOUS! 


Popular Posts

Resenha: Revista Ozadia, número zero.

Sou um apreciador recente de quadrinhos, e já há algum tempo venho acompanhando o que vem sendo feito de bom neste ramo e fico salivando por novidades dos meus autores preferidos. Ao mesmo tempo que, assim como no rock, é muito bom saber que há uma movimentação local na produção de HQ’s e que essas produções saem de mãos talentosas e possuidoras de uma liberdade criativa que se iguala à música que aprecio. A mais recente novidade é a edição de número zero da revista Ozadia, que é uma compilação de cinco histórias eróticas escritas pelas mãos de sete quadrinistas e roteiristas daqui da Bahia. Lançada com o apoio do selo Quadro a Quadro e ganhando popularidade a cada dia que passa, a revista tem dois aspectos importantes para ser lida mais de uma vez: uma ótima fluência no seu texto e traços inspiradíssimos de seus desenhos. De Ricardo Cidade e Alex Lins, “Especimen” abre a Ozadia com uma ótima ficção cientifica pornográfica, onde a heroína sai em busca de coleta de amostras de um

As 10 Caras do Rock Baiano - Com a Banda Vômitos, "Punk Rock pra mendigo!"

O Portal Soterorockpolitano foi buscar na cidade de Barreiras os entrevistados da oitava entrevista da série “As 10 Caras do Rock Baiano”, são eles o guitarrista Rick Rodriguez e o vocalista Tito Blasphemer, da banda Vômitos. Nessa entrevista eles falam sobre as condições da cena da sua cidade e do esforço para mante-la ativa, suas influências e a inspiração para as suas letras, além da repercussão do clipe da música “Facada”, que já chegou a mais de 3.000 visualizações no Youtube. Então, ajeite-se na sua cadeira e fique ligado para não tomar uma facada no bucho. Soterorockpolitano - Como e quando surgiu a banda? Rick Rodriguez - A banda surgiu em 2007, tínhamos um interesse em comum, que era o punk rock, e isso nos motivou a formar a banda na época, começamos tocando músicas dos Ramones, que era nossa banda preferida e logo em seguida começamos a compor, e ter nossas próprias músicas. Tito Blasphemer - Estávamos cansados da cena de nossa cidade, bandas que

Sexto guia de singles de bandas baianas. Por Leonardo Cima.

Mais uma vez o Portal SoteroRock traz a sua lista de singles de bandas e artistas baianos, lançados ao longo desse período pandêmico no qual nos encontramos neste 2020. Para essa ocasião, a diversidade ainda marca uma forte presença nessa seleta. Rock, pop, metal, eletrônico, folk e o grande leque que se abre a partir desses gêneros vão aparecer para você aqui enquanto faz a sua leitura. Então, abra a sua mente, saiba um pouco sobre cada um dos trabalhos citados aqui, siga cada um nas redes sociais (se possível, é claro!) e, óbvio, escute as canções!! Se você acha que faltou algum artista/banda aqui nessa matéria, mande uma mensagem inbox pelo nosso perfil do Instagram, que iremos escutar! Midorii Kido - Sou o que Sou Para quem acha que o rock já se esgotou em termos de abraçar minorias e até mesmo acredita que é conservador, este primeiro single da drag queen Midorii Kido é um tapa na face daqueles que professam dessa maneira contra o gênero. Sou o que Sou é um rock forte,