“Benvenuti, ma non si sentono a casa!”*


No sábado o rock continuou com força na cidade de Salvador. Assim como no dia anterior, vários shows de rock se fizeram presentes aqui na capital baiana e o evento escolhido para a resenha foi em um lugar no qual ainda não havia recebido a visita do site, o Buk Porão. Localizado ao lado da Escadaria do Passo, Pelourinho, o espaço é um “inferninho” no melhor sentido da palavra dentro do universo rock’n roll, no qual toda banda baiana que se preze deveria tocar por lá pelo menos uma vez na vida. É apertado? É! É calorento? É! Vai gente para ver as bandas? Sim! É acolhedor? Com muita certeza!

As bandas do line up da noite foram a Game Over Riverside, Fridha e Desafio Urbano, com as duas primeiras tendo algo em comum, que é o fato de ambas serem bandas dos anos 2000 e que estão retornando a cena depois de um hiato de longos anos, e mesmo assim fazendo um som com muita entrega e vigor de outrora. Juntamente com um grupo mais novo no cenário que também não deixou a desejar em sua apresentação.

Uma das frases escritas em uma das paredes da casa entregava a atmosfera da noite: “Seja bem vindo, mas não se sinta em casa!”. Isso dava ao lugar um clima que parece ter saído realmente de um dos livros do próprio Bukowski. Na descida para o porão, havia algumas pessoas conversando no caminho e um outro grupo tocando o repertório de Raul Seixas aos pulmões, isso até a primeira banda começar a tocar. Nos primeiros acordes de Deep Waters o som da Game Over Riverside já havia tomado todo o espaço e a banda seguiu sem dar muita trégua entre as canções para quem os assistia.

Com o repertório todo em cima do seu disco de estreia com lançamento previsto para o mês de abril, o quinteto tocou todas as seis músicas interagindo bem com a audiência nos temas mais fortes (trazendo pessoas curiosas para a frente do palco) e nos momentos psicodélicos. A presença de palco inquieta do vocalista Sérgio Moraes e do guitarrista John-John Oliveira retomaram os tempos antigos da banda e garantiram para o grupo um bis com mais duas músicas não previstas no setlist. I Can’t Hardly Wait e God in a Talk Show encerraram a apresentação com vigor e boa receptividade do público.

Depois foi a vez da Desafio Urbano se apresentar na noite. Com um som fincado no hard core, o conjunto passeou por outros estilos dentro dessa vertente, com sons mais groovados e em certos momentos com uma cadência mais trash. Com letras que falam sobre temas sociais e de persistência pessoal, o grupo manteve o ambiente bem animado, provocando rodas de pogo em espaços improváveis onde ganhei algumas cotoveladas de leve, porém possíveis e com boa parte das pessoas cantando suas canções.

Encerrando o evento, a outra veterana da festa, a Fridha, fez uma apresentação não menos empolgante do que as duas anteriores. Repertório bem ensaiado e com dois vocalistas de carisma ímpar a banda fez um som forte, com uma mistura boa de groove, new metal, elementos de hip hop e reggae, tudo isso sendo bem executado com peso por cada integrante. Houve até momento de entrega de camisinhas e Bobby (um dos vocais) sendo surpreendido por uma misteriosa rajada de vento vinda de um ventilador que resolveu funcionar do nada. Antes deles terminarem o show, tive que me retirar para não perder a carona, mas o curioso é que quando saía do lugar, já em cima do porão, dava para sentir o chão de madeira vibrando ao som dos rapazes. Foi interessante!


Ao fim, foi muito proveitosa essa primeira experiência no Buk Porão! Acho muito válido o fato de um grupo de rock ter a experiência de também poder tocar em um lugar como esse, independentemente do tipo de estrutura oferecida. Há muito tempo vem acontecendo shows de rock por lá, então se pode considerar que esta é mais uma opção para as bandas mostrarem os seus trabalhos. Foi empolgante, abriu o apetite, saí da minha dieta da lactose, comi uma bela de uma pizza e arrisquei a parlare un convincente falso italiana! Hai capito? E foi sem o google traduttore.


*Matéria originalmente publicada em 01/03/2016.
Share:

Online

Bandas

32 Dentes 4 Discos de Rock Baiano 4ª Ligação A Flauta Vértebra Aborígines Acanon Ádamas Almas Mortas Amor Cianeto André dias André L. R. Mendes Anelis Assumpção Antiporcos Apanhador Só Aphorism Aqui tem Rock Baiano Aurata Awaking Baiana System Bauhaus Bilic Black Sabbath Blessed in Fire Blue in the Face Boogarins Búfalos Vermelhos e a Orquestra de Elefantes Buster Calafrio Callangazoo Carburados Rock Motor Cardoso Filho Carne Doce Cartel Strip Club Cascadura Casillero Céu Charles Bukowski Charlie Chaplin Chuva Negra Cidadão Instigado Circo de Marvin Circo Litoral Cólera Dão David Bowie Declinium Derrube o Muro Desafio Urbano Desrroche Destaques dez caras do rock Documentário Downloads Du Txai e Os Indizíveis Duda Spínola Enio Entrevistas Erasy Eric Assmar Espúria Eva Karize Exoesqueleto Festival Festival Soterorock Filipe Catto Free?Gobar Fresno Fridha Funcionaface Game Over Riverside Giovani Cidreira HAO Heavy Lero Hellbenders Ifá Incubadora Sonora Ingrena Invena Inventura Irmão Carlos Ironbound Jack Doido Jackeds Jardim do Silêncio Jato Invisível Kalmia Kazagastão KZG Lançamentos Latromodem Leandro Pessoa Lee Ranaldo Limbo Lírio Lo Han Locomotiva Mad Monkees Madame Rivera Mais uma Cara do Rock Baiano MAPA Marcia Castro Maria Bacana Maus Elementos Messias Modus Operandi Motherfucker Mulheres Q Dizem Sim Murilo Sá Nalini Vasconcelos Neurática Not Names Novelta O Quadro O Terno Old Stove Olhos Para o Infinito Órbita Móbile Organoclorados Os Canalhas Os Elefantes Elegantes Os Jonsóns Os Tios Overfuzz Ozzmond palco do rock Pancreas Pastel de Miolos Pesadelo Pirombeira Pitty Portal Pós-punk Prime Squad Programas Quadrinhos Rattle Resenha de discos Resenha do cd Resenhas Reverendo T Reverento T Rivermann Rock Rock Baiano Rock Baiano em Alta Rock de camaçari Ronco Scambo Show Shows Shows. Cascadura Siba Singles Soft Porn Som do Som Sons que Ecoam Squadro Subaquático Super Amarelo Surrmenage Tangente Teenage Buzz Tentrio Test The Baggios The Cross The Honkers The Pivos Theatro de Seraphin Thrunda Titãs Tony Lopes Tsunami Universo Variante Úteros em Fúria Vamoz! Van der Vous Vende-$e Vivendo do Ócio Wado Wander Wildner Weise Wry

Matérias

Antigas

Mais Populares

Resenhas