Lançamento do primeiro cd da Vovó do Mangue. Por Wilson Santana.


Sábado, dia  18/11/2017, fui a convite da Produção da banda Vovó do Mangue para ver a festa/show de lançamento do primeiro disco da banda e também pra levar a banquinha com produtos oficiais da bandas lançadas pela TRINCA DE SELOS #aquitemrockbaiano, o evento foi realizado em sua cidade natal, Maragojipe, cidade com histórico cultural forte, localizada no Recôncavo Baiano.

Sempre que vou em eventos no interior, fico impressionado com o interesse das pessoas e pelo público eclético, gente que curte musica alternativa, curiosos ou mesmo aqueles que vão por conta da carência de eventos, e não foi diferente, o show foi realizado na Sede da Fundação Cultural Vovó do Mangue, fundação essa que desenvolve trabalhos sociais e ambientais junto a população Maragojipense.

Show marcado para as 21h e antes disso já tinha um público considerável, para que a primeira banda desse inicio a festa. Pablues - pra quem não sabe, Pablues é vocalista do Clube de Patifes - seu projeto solo (CASA PRONTA) onde ele apresenta o show bem com base no folk rock e pincelando algumas músicas do Clube de Patifes, show bem dinâmico, banda afiada, e galera curtindo o show e mesmo não conhecendo esse novo trabalho, percebi aquele interesse pelo trabalho da Casa Pronta.

Na sequência os donos da festa: Vovó do Mangue, e logo na primeira música já dava pra perceber que seria um show onde a galera cantaria as música o tempo inteiro, pessoal dançando, agitando, pedindo músicas, apesar de ser o primeiro disco, a banda existe desde meados da década de 1990, e o disco é justamente uma pincelada de músicas da história inteira da banda. Mais de 1 hora de show e o público querendo mais e a banda dando mais.

No final da apresentação a banda convidou músicos de um dos vários terreiros de candomblé que existe na região e o vocalista falou da importância do respeito que deve existir, independente da crença, muito louvável a atitude, mas afinal, uma banda de rock existe pra isso, pra quebrar paradigmas e fazer a galera agitar. Já era quase 2 horas da madrugada, quando a VDM deixou o palco e a galera toda pronta  para a banda de Reggae Mont Zaion fechar com chave de ouro a belissima noite.

Mais informações sobre a Fundação e banda Vovó do Mangue, basta acessar as páginas:



Ouça o disco:












Share:

Online

Matérias